Natação no Mar - Exercício para o verão

by - setembro 28, 2010

 Natação no mar está conquistando cada vez mais os adeptos por esse exercício que nos ajuda a deixar o corpo em forma. No Rio de Janeiro, por exemplo, os participantes estão treinando para a Travessia dos Bravos, que acontece nos dias 18 e 19 de dezembro.Treinos com especialistas podem ser feito nas praias e até mesmo são oferecidos pelas academias. Muitas pessoas estão descobrindo que a natação no mar é uma ótima alternativa a piscina fechada, o convívio com a natureza o sol,  a salinidade e a radiação solar têm efeito medicinal. Todas essas coisas mexem com o humor, astral, alegria”,  nadar no mar, se ele apresentar condições favoráveis – como pouca onda e correnteza - é mais fácil do que na piscina. Diferenças da piscina. “A água com cloro, ou salinizada, é muito menos densa. No mar você flutua com mais facilidade. Já as correntezas geram mais dificuldade. No mar, a água é mais escura, por isso tem pouca orientação”. Por isso, explica, são usados outros pontos fixos de referência, importantes para guiar o nadador. Pode ser um prédio, pedra, ou mesmo uma boia. As exigências do corpo também são um pouco diferentes: o nadador do mar utiliza mais os braços do que as pernas.
Hidratação, boa alimentação e um protetor solar com alto fator de proteção são fundamentais. Uma recomendação de todos os professores: nunca nade sozinho no mar. Outra dica é conhecer a região onde se vai nadar e estar em boas condições físicas. É recomendado avisar aos salva-vidas da praia, que também podem orientar quanto às condições do mar. As nadadeiras estão entre os itens indispensáveis. Outro alerta: sempre nadar paralelamente à areia, e nunca em direção ao mar aberto.
É relaxante e emagrece, mas só quem já sabe nadar na piscina − e muito bem − pode se arriscar. Se esse é o seu caso, umas braçadas no Atlântico só podem fazer bem. "A diferença básica, naturalmente, é de paisagem, quem pratica a natação sabe o bem que faz. iniciar ou terminar um dia com algumas braçadas. em contato com a natureza, então, esses benefícios ficam ainda mais evidentes, A travessia é um esporte aeróbico, tão completo quanto a natação tradicional - porém, no oceano, há mais trabalho de resistência e consumo de gordura. A técnica também não é exatamente a mesma para as duas modalidades, embora haja mais semelhanças do que diferenças. Para nadar no estilo crawl, por exemplo, o atleta de piscina respira para o lado. No mar, se você fizer respiração lateral, vai acabar engolindo água por causa das marolas, o jeito é levantar a cabeça e olhar para a frente

  • Procure uma praia tranqüila, com salva-vidas e nade apenas quando o mar estiver calmo. Converse sobre as condições da praia e do mar para nadar.

  • Avise ao salva-vidas que você irá nadar.

  • Use uma touca de natação de cor forte, para que você seja visualizado facilmente.

  • Tenha cuidado com mau tempo.

  • Caminhe pela praia para visualizar bem marcos em terra (postos, por exemplo) e meça a distância que você irá percorrer.

  • Nadar sempre ao longo da praia e nunca em direção a alto mar.

  • Cuidado com cãibras e desidratação. Evite horário de sol muito forte.

  • Use protetor solar.

  • Faça um bom alongamento antes e depois de nadar e caminhe por uns 20 minutos para aquecer, antes de entrar no mar.

  • Entre devagar, molhando as partes do corpo lentamente.




  •  Fontes:
    www.gnt.globo.com
    www.xenicare.com.br

    Fotos: publicação

    You May Also Like

    0 Comentaram