Ômega 3 Vhita - O que é, para que serve e benefícios.

Tempo de leitura:
em novembro 22, 2018

Comente aqui


O ômega 3 é uma gordura essencial, ou seja, não é produzida pelo corpo e deve ser obtida através da alimentação ou suplementação
ÔMEGA 3: O QUE É, PARA QUE SERVE E BENEFÍCIOS
Benefícios da ingestão de ômega 3 
Existem vários estudos que comprovam benefícios na melhora da função cerebral (inclusive em crianças), prevenção de doenças do coração e câncer, tratamento da obesidade, diabetes tipo 2, depressão e melhora do desempenho físico. 

Ajuda a prevenir e controlar o diabetes; 
Ação anti-inflamatória; 
Melhora a visão; 
Contribui para uma pele saudável; 
Auxilia no controle da pressão arterial; 
Previne depressão; 
Inibe a agregação plaquetária e estimula a vasodilatação, diminuindo os riscos de formação de trombos que podem causar o infarto; 
Melhora o desenvolvimento e desempenho cognitivo. 
ÔMEGA 3: O QUE É, PARA QUE SERVE E BENEFÍCIOS

ÔMEGA 3: O QUE É, PARA QUE SERVE E BENEFÍCIOS

O ácido graxo é facilmente encontrado em alguns peixes, como salmão e sardinha, e a parte deles que possui a maior concentração é na capa de gordura presente na pele, por isso é importante que ela não seja retirada na hora do preparo. Outra informação relevante é que para manter todo o ômega 3 do alimento, ele não pode ser preparado em altas temperaturas. 

É um ácido graxo poli-insaturado e essencial, mas podemos simplificar isso da seguinte maneira: ômega 3 é um grupo de “gorduras do bem” não produzidas pelo corpo, que necessitam ser obtidas através da alimentação.
Nesse grupo, vários tipos de gorduras importantíssimas ao organismo são integrantes, como o EPA (ácido eicosapentaenoico), o DHA (ácido docosaexaenoico) e o ALA (ácido alfa-linolênico), que são os exemplos mais estudados e com benefícios comprovados para a saúde.

Os principais benefícios do EPA se associam à saúde cardiovascular, como o controle da pressão arterial, manutenção dos níveis de colesterol e a diminuição dos triglicerídeos. Outras benfeitorias comprovadas cientificamente são o auxílio e prevenção para alguns tipos de câncer e atuação anti-inflamatória no organismo. 
Já o DHA está presente em 93% da formação da retina e na composição de grande parte dos nervos. No cérebro, as membranas celulares com abundância do nutriente, tornam-se mais flexíveis, o que facilita a sinapse. Além disso, o consumo de DHA melhora o desenvolvimento cognitivo em diversas fases da vida, principalmente para os bebês, no ciclo da gestação. O que fez a própria Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) indicar o consumo diário de DHA para grávidas. Estudos também apontam a redução e assistência no tratamento da depressão, do transtorno bipolar e manutenção da memória.

Eu e o marido estamos experimentando e logo deixarei minha opinião no Instagram @semprebelasblog para vocês. Mas já adianto que ele me ajuda muito no dia a dia, me sinto mais disposta  e ativa.  Um suplemento que só nos faz bem. E vocês fazem uso também?
Beijos.


0 Comentaram :

Postar um comentário

TOPO

Instagram